Marketing Sensorial — Explorando os 5 Sentidos Em Sua Loja

Marketing Sensorial — Explorando os 5 Sentidos Em Sua Loja

Você já ouviu falar sobre o marketing sensorial? Essa estratégia vem sendo utilizada para melhorar a experiência do cliente e conseguir, por meio dos cinco sentidos, despertar ainda mais o desejo de compra.

Neste artigo, você entenderá melhor sobre o assunto e como você pode usá-lo em sua loja!

O que é o marketing sensorial?

O termo refere-se ao uso do marketing nos cinco sentidos do corpo humano. Ele é um aliado para melhorar as estratégias de venda promovendo estímulos positivos em cada consumidor.

Sabendo que cada sentido pode despertar uma sensação nova nos clientes, é preciso usar essa tática ao seu favor. É possível usar o marketing sensorial dentro da própria loja ou em locais externos, como metrôs, por exemplo.

É como uma campanha de outdoor de publicidade, só que ainda mais intensa e explorando outros sentidos do corpo, campos e novas tecnologias.

Quais são os cinco sentidos do marketing sensorial?

Os cinco sentidos do marketing sensorial são baseados nos sentidos dos seres humanos. Sendo assim, temos:

  1. visão;
  2. audição;
  3. olfato;
  4. paladar;
  5. tato.

Eles são explorados para fazer com que o consumidor tenha emoções associadas e crie um laço com a marca. Uma estratégia diferenciada certamente ficará na lembrança do cliente.

Imagine só poder entrar em uma loja de eletrodomésticos, ir até a área de batedeiras e sentir o cheiro de um bolo fresquinho saindo do forno?

Ou então entrar em uma loja de celulares e conseguir explorar, por meio da visão e audição, uma realidade aumentada?

Tudo isso faz parte do marketing sensorial e podem melhorar a visão de sua loja com os consumidores aumentando, consequentemente, as vendas e o número de clientes.

Explorando o marketing sensorial em sua loja

Esse tipo de estratégia tem como objetivo tocar no emocional dos consumidores, estimulando sentimentos ou despertando algo guardado na memória.

Por exemplo, o cheiro de bolo na loja de eletrodomésticos pode remeter algum cliente à sua infância. Já a realidade aumentada pode despertar sentimentos de euforia e entusiasmo.

Segundo a empresa especializada no estudo de neuromarketing, Forebrain, 90% das decisões tomadas pelo cérebro são realizadas no inconsciente.

Ou seja, essas pequenas sensações levam o consumidor a comprar seu produto sem que ele perceba que está sendo instruído a fazer aquilo.

São diversas as possibilidades e você precisa saber aproveitar cada uma delas conforme o perfil de sua loja e suas necessidades. Além do que já citamos, alguns outros exemplos de uso do marketing sensorial são:

  • transformar a estética da loja, usando tapetes confortáveis e paredes com texturas e efeitos de luz, por exemplo;
  • criar um ambiente com cores que sejam compatíveis com a mensagem que sua loja deseja passar. Por exemplo, o azul traz tranquilidade, enquanto a cor laranja é convidativa e induz as pessoas a passarem mais tempo naquele local, estimulando o entusiasmo;
  • fazer uma playlist para tocar dentro da loja escolha músicas que tenham a ver com o seu público e com a missão do seu empreendimento.

Explore as oportunidades e deixe sua loja ainda melhor! Veja mais conteúdos como este no blog da Mixtel Distribuidora para ter ideias criativas e melhorar as vendas do seu comércio.